Follow:
    Mais

    Doug the Pug recria selfies de Kim Kardashian’s

    Doug e Kim

    O site Mashable decidiu recriar as poses do livro de Kim, usando o Doug The Pug.

     

    Olá Amigo Pug.

     

    Vasculhando esse mundão que é a internet achei esse assunto e resolvi escrever aqui. Mas antes vocês sabem quem são as Kardashian’s? Hoje elas são conhecidas com o cortorno de maquiagem mais famoso. Mas tem muita história antes disso. Para saber mais clique aqui.

    Kim, lançou um livro em 2015, o Selfish, que é uma coletânea de fotos, da época que trabalhava como stylist em Hollywood, imagens exclusivas dela com sua família e amigos. O site Mashable convidou Doug The Pug, o Pug favorito da internet para recriar algumas dessas poses. Ele passou o dia vivendo uma vida fabulosa de Kardashian’s.

    Nas fotos, Doug tenta imitar a estrela.

     

    Confira as fotos:

    Kim Kardashian e Doug The Pug

    Kim Kardashian e Doug The Pug

    Kim Kardashian e Doug The Pug

    Kim Kardashian e Doug The Pug

     

    Esse Doug The Pug é de mais!

    No seu Instagram tem até um videozinho da série. Clique aqui.

     

    Você também vai gostar de ler:  Pug Celebridade do Instagram – Jolie

     

    Você já conhecia essas fotos? Conta pra gente aqui nos comentários.

    Compartilhe com quem gosta de Pugs também! Clique no botão AZUL abaixo.

    Um super beijo da Fran e lambeijos dos Pugs Jotapeg e Nutella.

    Save

    Save

    Save

    Save

    Você também vai gostar de:

    Dicas

    Onde devo comprar Pug?

    Comprar Pug

     Este post vai te ajudar a escolher a melhor maneira de comprar Pug e por onde começar!

     

    Olá Amigo Pug.

     

    Depois de tudo que vimos pela internet sobre o resgate que a Ong da Luiza Mell (você pode ler mais aqui) fez, onde foram encontrados 135 cães explorados, mal tratados, com patas e maxilares quebrados, vivendo na mais completa imundice, nos faz pensar muito sobre até onde vai a ganância do ser humano, e que muita gente colabora com isso e nem sabe.

    Por isso resolvi fazer este post, para ajudar quem está pesquisando comprar um Pug, e nem sabe por onde começar.

    Acho que primeiro de tudo, antes de pensar em comprar Pug, qualquer outra raça ou mesmo adotar um SRD, devemos fazer uma reflexão se realmente temos condições financeiras e psicológicas de ter um animal, afinal, não é como um brinquedo, que depois de adquiri-lo, se não gostar, você encosta em um canto ou guarda. Estamos falando de uma vida, que depende de você para tudo, e sem seus cuidados ele morre.

    Aqui no blog fiz um post sobre: Quanto custa ter um Pug? Assim você pode saber quanto ele vai te custar depois da compra, com ração, veterinário e etc.

    Saiba também que um filhote, vai chorar, cavar, soltar pelos, arranhar ou destruir seus móveis e fazer xixi pela casa. Por isso procure a maior quantidade de informações possíveis, (aqui no blog você vai achar muitas dessas informações), para ver se o Pug é mesmo compatível com que você espera de um cachorro e se ele realmente é ideal para você e sua família.

    Depois de ler acima e refletir, você ainda acha que o Pug é o seu cão ideal,  vamos lá para as dicas.

     

    1. Comprar Pug – A escolha do criador

    Acho que essa é a parte mais delicada, quando falamos de um cão de raça pura. Essa escolha é muito importante. Muita gente me fala que não liga para padrão ou mesmo para pedigree, e acabam fazendo escolhas ruins ou mesmo sem saber que estão financiando atrocidades, porque simplesmente as pessoas desconhecem de onde seu filhote veio.

    2. Comprar Pug – Em PetShops ou feira de animais

    Não acho essa uma boa escolha, e sei que muita vai ter comprado desses lugares, e tem um cão saudável, com pedigree. Mas a grande maioria nem se quer perguntou onde era o canil, quem eram os pais, se poderia ir lá conhecer. Simplesmente gostou e comprou!

    Algumas pessoas acabaram comprando seu Pug com doenças genéticas ou problemas congênitos, pois a maioria desse tipo de criação apenas visa lucro e não o bem estar dos Pugs. O melhor é não incentivar esse tipo de criação e compra por impulso.

     

    3. Comprar Pug – Criador caseiro ou de primeira viagem

    Esse tipo de criação, é quando alguém cruza sua Pug fêmea que tem em casa, com um Pug macho do vizinho por exemplo, e os seus filhotinhos são vendidos para conhecidos, pela internet, em grupos do Facebook e em sites como Mercado Livre e OLX. Geralmente esses são vendidos por bons preços, abaixo do mercado. O problema desse tipo de criação, é que não há uma busca por um acasalamento ideal, pois desconhecem sobre genética canina, sem preservar padrão, simplesmente cruzam e outros muitas vezes estão precisando de dinheiro e acharam que é um bom negócio vender os filhotinhos. Por isso somos a favor de castração!

     

    4. Comprar Pug – Criador especialista da raça Pug sério

    Acredito que essa é a melhor opção para quem vai comprar pug. O preço vai ser bem maior do que citei acima provavelmente, mas ter uma criação de raça pug exige muita dedicação, estudo, cuidado, carinho, respeito aos padrões e bem estar animal, e isso custa caro. Mas você terá um exemplar de Pug  com boa saúde, dentro dos padrões e qualidade genética.

    Mas não é porque você viu na internet o nome criador de Pugs no site de busca, que quer dizer que ele seja bom e faça tudo isso! Tá cheio de picaretas por ai. Por isso vou te ajudar a escolher um canil excelente e confiável. Basta seguir a regras abaixo.

    a) Pesquise se o canil tem registro no Kennel Club, participante do sistema CBKC (Confederação Brasileira de Cinofilia).

    b) Vá visitar o canil, e peça para conhecer os pais do seu futuro filhote. Ambos devem ter laudo atestando serem aptos a reprodução. E pergunte com que frequência as fêmeas dão cria, que deve ser 1x ao ano.

    c) Pergunte se o canil, possui veterinário responsável, e se achar necessário peça para falar com ele.

    d) Verifique se o ambiente é limpo, se os filhotes tem aparência saudável, se não são muito medrosos ou agressivos e se tem água disponível. Não deve haver ração pelo chão e filhotes com diarreia.

    e) Um criador sincero jamais vai tentar lhe vender um cão com menos de 45 dias, pois sabem da importância dos primeiros meses com sua matilha.

    f) É normal um criador fazer algumas perguntas, sobre como será a vida do Pug, onde ele dormirá, se a família o aceitará bem. Pois querem se certificar que terão boas condições de vida em sua nova família.

    g) O canil deve lhe dar o Pedigree, se não der, exija! Também deve fornecer a carteirinha de vacinação e instruções por escrito sobre cuidados, alimentação, vacinação e dicas sobre o filhote.

    Se o seu canil escolhido preenche todos o requisitos, acho que você achou seu criador! Mas se algum dos tópicos acima não foi respondido, ou você ficou com dúvidas, pense bem, pois você pode ter futuramente problemas de saúde ou mesmo de temperamento com seu Pug. Por isso não haja por impulso.

     

    Você também vai gostar de ler: Conheça a raça Pug.

     

    Você já encontrou seu canil? Seu Pug foi comprado onde? Me conte aqui nos comentários.

    Compartilhe com quem tem um cão, essas dicas servem para qualquer raça! Clique no botão AZUL abaixo.

    Um super beijo da Fran e lambeijos dos Pugs Jotapeg e Nutella.

    Você também vai gostar de:

    Dicas

    Espirro reverso em pugs, o que é isso?

    Espirro Reverso em Pugs

    Entenda o que é o espirro reverso em Pugs e saiba como ajudá-lo.

     

    Olá Amigo Pug.

     

    Quem nunca se deparou com seu Pug, do nada, fazendo um barulho muito estranho e você achou que ele estava engasgado, ou tendo um treco? Provavelmente era uma espirro reverso!

    O espirro reverso ou respiração paroxística inspiratória, acontece mais em cães braquicefálicos ou seja de focinhos achatados, como dos nossos Pugs e Buldogues por exemplo, mas também pode acontecer com qualquer cão e até mesmo em gatos.

    Um espirro comum ocorre quando o ar é expulso para fora com força através das narinas, já o espirro reverso é o movimento contrário, ou seja, o ar é puxado para dentro dos pulmões pelas narinas, fazendo um barulho bem forte e longo.

    Esse espirro na verdade é bem comum, e você pode confundir com engasgos e se desesperar achando que seu Pug está sufocado. Os episódios podem durar segundos a até 2 minutos, por diversas vezes na vida do seu Pug e logo depois ele volta a respirar normalmente.

    Em casa já me assustei muito com o Jotapeg, no começo quando ainda era uma mãe de primeira viagem, achei que ele estava engasgado, e muitas vezes acontecia de madrugada, e eu acordava correndo, e tentava acalma-lo. Depois conversei com a veterinária e fui ler sobre o assunto, descobri que é muito comum, aí não me assusta mais, mas confesso que fico com aflição.

     

    O que causa o espirro reverso em Pugs?

    Isso ninguém sabe ao certo, mas podem estar relacionados a irritação na região da garganta, faringe, laringe, alergias ou então causada por corpos estranhos.

     

    Como eu identifico espirro reverso em Pugs?

    Na maioria dos casos, eles vão ficar parados, com o pescoço para o alto, fazendo movimentos respiratórios mais rápido que o costume, e emitindo sons nasais que parecem com engasgo.

     

    O que devo fazer para melhorar o espirro reverso em Pugs?

    Mantenha a calma, o seu Pug precisa se sentir seguro, que está tudo bem e que não vai acontecer nada. Depois massageie sua garganta, estimulando o movimento da deglutição, e assopre ou tampe delicadamente as narinas. Logo irá passar e seu pet vai voltar a respirar normalmente.

     

    Qual o tratamento para espirro reverso em Pugs?

    Não existe um tratamento, pois não é uma doença. Mais atenção, se o seu Pug tiver crises por mais de duas vezes ao dia se repetindo por várias semanas, é recomendável leva-lo ao veterinário para analise clínica e possíveis exames. Cuidado nunca é de mais.

     

    Veja no vídeo a baixo como é a crise.

     

    Fonte: Portal do Dog e Tudo sobre cachorros.

     

    Você também vai gostar de ler: Precisa deixar seu Pug sozinho em casa? Leia essas 7 dicas

     

    Seu Pug já teve espirro reverso? O que você fez? Me conte aqui nos comentários.

    Compartilhe com quem tem um cão, essas dicas servem para qualquer raça! Clique no botão AZUL abaixo.

    Um super beijo da Fran e lambeijos dos Pugs Jotapeg e Nutella.

    Você também vai gostar de:

    Mais

    Por que o Pug tem a cara amassada?

    cara amassada

    Essa cara amassada fofa, que a gente não resiste, tem uma possível explicação.

     

    Olá Amigo Pug.

     

    Foram analisados mais de 370 raças de cães pelos Cientistas da Universidade de Edimburgo (Reino Unido) para identificar o que causava a cara amassada em Pugs e Buldogues Franceses.

    Eles sabem que os cães com a cara amassada foram resultados de reprodução seletiva, mas ainda não sabiam qual a mutação genética exata que mudava tanto os traços físicos desses cachorros. Então um novo estudo avançou bastante para uma resposta.

    Nesse novo estudo, pode se verificar que a condição chamada braquecefalia, está relacionada ao gene SMOC2, que afeta o esqueleto facial.

    Para fazer o estudo, pesquisadores usaram raio-X e tomografia computadorizada, assim analisaram 87 raças conhecidas pelo Kennel Club e 83 raças misturadas.

    Cara amassada

    Perfis de cães (Reprodução/Current Biology)

    Depois de feita a análise, descobriu-se que o cão que tinha a focinho mais amassado era o Pug e mais alongado era o Smooth Collies.

     

    Descobriu-se que?

    Então com essa variação genética de raças, os pesquisadores focaram apenas nos braquecefálicos, e analisaram mais 28 cães nesta condição, e compararam com 319 genomas canídeos.

    Logo descobriram uma mutação no gene SMOC2, que tem papel do desenvolvimento craniano. Ou seja essa mutação genética é a responsável pela cara amassada que adoramos tanto.

    Segundo os cientistas essa anomalia genética prejudica a saúde dos baquecefálicos, pois coloca em risco seus olhos, que ficam mais expostos e sua respiração. Por isso que temos que ter cuidados redobrados com nossos bebês.

    Essa pesquisa vai ajudar muito o conhecimento evolutivo de raças, e também ao desenvolvimento de remédios humanos e veterinários.

    Esses resultados foram publicados na revista científica Current Biology.

     

    Você também vai gostar de ler: Você sabe calcular a idade do seu Pug?

     

    Você já sabia de onde vem essa “cara” amassada? Conta pra gente aqui nos comentários.

    Compartilhe esse post com outras pessoas que gostariam de café pra pugs! Clique no botão AZUL abaixo.

    Um super beijo da Fran e lambeijos do Jotapeg e da Nutella.

    Save

    Save

    Você também vai gostar de: