Follow:
Dicas

Pug ciumento – De onde vem esse ciúmes?

Pug Ciumento

Olá Amigo Pug!

Você já deve ter lidado com um amigo ou namorado ciumento, e vamos confessar que não é nada fácil. Mas e um Pug ciumento? É pior ainda.

Muita gente se engana com a falsa sensação de quem ama, sente ciúmes, mas no mundo canino não é assim que funciona.

O que interpretamos por ciúmes, na verdade é o tipo de energia que um Pug ciumento tem porque acha que é o líder da matilha.

Tudo começa quando você não consegue fazer carinho em outro cão na rua, ou se seu novo namorado chega e você não consegue nem ficar perto dele, ou você simplesmente não pode receber visitas em casa. Aí é onde está o perigo!

Como um Pug fica ciumento?

Cães sempre vivem em bandos, isso faz parte dos seu instinto ancestral, vem dos lobos. E eles precisam sempre ter um líder do bando. Quando um Pug não tem esse líder em casa ou descobre que a liderança é contestável, ele acaba se tornando o líder, desencadeando esse “ciúmes” e outros tipos de comportamentos.

Como líder ele é que estabelece quem pode entrar no bando, quem pode estar naquele local, ou seja ele que manda.

Como evitar ter um Pug ciumento?

É importante que desde o primeiro dia na casa nova, podendo ser filhote ou adulto, o seu Pug saiba quem manda ali. Limitar seu espaço quando ele está sozinho pode evitar que ele ache que é o dono de todo o território. Preste muita atenção no seu Pug, e quando ele der o primeiro sinal de ciúmes, já o corrigir ou peça ajuda para um adestrador profissional.

Meu Pug já é ciumento, o que fazer?

  1. Você precisa assumir a liderança da sua matilha: acredite você pode lidar com isso, mas você precisa mudar primeiro dentro de você. Seu Pug vai saber que você está inseguro.
  2. Limite o espaço do seu pug: defina onde ele pode ficar, e o incentive com petiscos e brinquedos que ele goste. Quando for passar de um ambiente para o outro, não deixe que ele passe na sua frente. Ele tem que esperar que você passe e depois o chame. Isso vai demonstrar a seu Pug quem é o líder.
  3. Pugs que pulam em pessoas: coloque uma coleira no chão, e fazendo o sentar, sem ultrapassar o espaço da coleira. Esse exercício ajudará a mante-lo calmo e submisso.

Sei que quando se trata de nosso amados Pugs, nós deixamos eles fazerem tudo que querem. Mas devemos mostrar que é o líder da matilha, mesmo que nosso pet não seja ciumento. Isso evita que o Pug fique ansioso, e cause outros tipos de problemas.

A liderança é saudável para qualquer cão, ele se sente seguro e bem ao saber que tem alguém que confia no comando.

Antes de tomar qualquer atitude sobre o comportamento do seu Pug, procure um profissional. Ele pode lhe ajudar a mudar qualquer comportamento.

 

Você pode gostar também de: 4 dicas para manter seu Pug feliz

 

Você tem um Pug ciumento em casa? Conte aqui nos comentários.

Compartilhe com outras pessoas que tem Pug ciumento em casa. Clique no botão SHARE azul aqui em baixo.

Um super beijo da Fran e lambeijos do Jotapeg e da Nutella.

 

Você também vai gostar de:

Post Anterior Próximo Post

2 Comentários

  • Reply Roberta

    Olá Fran, tenho este problema lá em casa, a Theodora morre de ciumes do Thor, a ponto de eu não conseguir fazer carinho nele, que ela se joga por cima da gente. E ele sai na mesma hora e deita na outra ponta do sofá. Ela rouba todos os petiscos dele, tudo o que ele quer, ela quer pra ela me se atravessa na frente. Desde que ela chegou delimitamos espaços, como é até hoje, repreendemos, damos os comandos, eu leio mto sobre como contornar isso. Até o momento está tudo na mesma. Continuamos dizendo Não e repreendendo. Ela é muito bebe, tenho fé que conforme ela for crescendo vá entendendo melhor. Adoro teu blog. Beijos. Roberta.

    22/11/2016 at 10:54
    • Reply franther

      Oi Roberta. Não é fácil, mas pense na possibilidade de chamar um adestrador. Isso é muito válido. As vezes a gente acaba deixando, pensando que damos conta e só vai piorando. Existem adestradores comportamentais sérios, não para fazer aprender truques, mas como reagir em certas situações. Vai me contando depois. bjus

      22/11/2016 at 10:58

    Deixe um comentário

    22/11/2016