Follow:
Dicas

Coprofagia: meu pug come cocô e agora?

cropofagia - pug come cocô

Mesmo amando nossos Pugs, quando eles comem cocô, ficamos com um certo nojinho deles.

 

Olá, amigo Pug!

Um dos temas que quero compartilhar com vocês é a Coprofagia, que é o ato de ingerir as próprias fezes. Muitos leitores me procuram por e-mail e me fazem a seguinte pergunta: Meu Pug come cocô e agora?

Abaixo, vou contar mais sobre esse comportamento e você entenderá tudo sobre o assunto e o que pode fazer para evitar que isso aconteça.

 

O que é a coprofagia?

Segundo a wikipédia, Coprofagia, copro em latim significa “fezes” e fagia “ingestão” sendo assim: prática de ingestão de fezes, ou seja, quando o pet começa comer as próprias fezes regularmente. Porém, existem três tipos de coprofagia.

 

Tipos de coprofagia

1- A primeira é quando a mamãe Pug come cocô dos seus filhotes, isso é institivo, pois ela busca manter o local em que eles estão limpo, e menos rastros de alimentos, para diminuir a chance de serem notados por potenciais predadores.

2- A segunda maneira de coprofagia é a que acontece quando o Pug come cocô pela primeira vez. Isso é normal, já que é uma questão de aprendizado. O ideal é que ele não volte mais a comer suas fezes com o passar do tempo.

3- Quando o Pug come cocô, por falta de nutrientes, para chamar a atenção ou porque gosta do sabor.

 

Motivos para a prática de coprofagia.

O Pug pode estar com vermes, com isso, ele acaba buscando proteínas nas próprias fezes. Se ele estiver com vermes, significa que o cachorrinho está perdendo toda a proteína ganha em suas alimentações para um parasita, que se aproveita de alguma falha na sua imunidade e faz com que ele acabe ficando sempre sem alguns nutrientes. Para saber se isso está acontecendo com seu Pug, leve-o no veterinário para fazer um exames e ter o diagnóstico detalhado.

Descartado problemas de saúde, outro fator que pode fazer com que seu pet coma fezes, é o fato dele estar confinado em algum local pequeno, isso faz com que o pug se sinta acuado e pode desenvolver a prática da coprofagia. Para que você diminua a chance do seu Pug comer cocô, evite deixa-lo sozinho por muito tempo.

Muitos tutores acabam punindo seus Pugs por fazerem cocô no lugar errado. Isso pode fazer com que seu Pug entenda que o ato de fazer cocô está errado, e não o local onde ele fez cocô, dessa forma ele pode desenvolver a mania de ingerir as próprias fezes por medo de estar fazendo algo errado. Esta é uma atividade comum dos donos dos peludos, mas que pode trazer problema.

 

Dicas para diminuir a chance da coprofagia

A primeira é você recolher rapidamente os cocôs. Assim, se diminui consideravelmente as chances dele acabar se interessando por comer suas próprias fezes. A segunda dica é levar seu Pug para passear. Com isso ele ficará menos ansioso dentro de casa, fazendo com que ele não sinta a necessidade de comer as próprias fezes. Cuide bem da higiene de seu pug!

 

O texto acima é informativo, para saber mais sobre a raça Pug procure um veterinário de sua confiança.

 

Você também vai gostar de ler: Resenha: Você sabe o que é ração Grain Free?

 

Você tem um Pug que come cocô? Esse post te ajudou? Conta pra gente aqui nos comentários.

Compartilhe com quem tem, quer ter ou só simpatiza com a raça Pug! Clique no botão AZUL abaixo.

Um super beijo da Fran e lambeijos dos Pugs Jotapeg e Nutella.

Você também vai gostar de:

Post Anterior Próximo Post

Sem Comentários

Deixe um comentário

11/09/2017